SINCERIDADE X SISTEMA

sábado, 30 de março de 2013


Sinceridade x Sistema

Aqui segue um testemunho de um irmão, que se assemelha ao meu, e eu então, resolvi publicar no blog, para compartilhar com os demais  irmãos. Vejam a minha história com as mesas características da dele, que postou esta matéria em seu blog, e ele começa assim;
"Quando eu sai da primeira igreja que freqüentei depois de 8 anos lá, o pastor reuniu os irmãos para desligar minha esposa e eu do céu, conforme a passagem onde Jesus diz que “o que desligardes na terra será desligado no céu”.
Na segunda igreja que eu saí fomos tão difamados que depois de 13 anos lá, pareceu que eu era o demônio influenciando as pessoas ao inferno. Até uma semana atrás era um dos mais influentes líderes, uma semana depois da saída, o prórpio demônio que estava embaixo das nossas barbas.Incrível! Ainda era líder da juventude tendo passado pela liderança de grupos familiares, cuidado de uma classe de crianças, integrado grupos de evangelismo, co-líder de grupo de casais, etc, etc, etc.... 
Nossa juventude era a que mais tinha crescido na denominação que eu estava. Em 2002 saímos de 90 jovens para em um ano e meio chegarmos a 240.
Mas porque acontece esse ritual de difamação quando algum líder sai da igreja local? Porque os antigos irmãos simplesmente viram a cara e não vão mais na casa dele? Porque os projetos que ele desenvolveu na igreja são menosprezados ou minimizados a sua importância?
Max Gehringer respondeu isso.
Mas quero contextualizá-lo.
Quando alguém importante sai de uma igreja, o que acontece?1) Fica no ar a sensação de que tudo aquilo que a igreja fala de bom de si mesma pode não ser verdade.2) Abre-se uma janela para se pensar que há outras boas igrejas em que as pessoas podem ser mais felizes que aqui.3) Os projetos que a pessoa estava a frente tem que ser menosprezados ou minimizados.4) Os defeitos dessa pessoa são ressaltados.5) Criam-se rumores de que a pessoa saiu mas quebrou a cara. Não era aquilo que ela pensava.6) Que ela quer voltar mas está envergonhada.7) Que ela é rebelde e por isso saiu. Equivale a dizer que enquanto ela estiver lá fora, ela está em pecado.8) Que ela está sem cobertura?9) Para que não aconteça que todo mundo comece a sair também, embora sempre alguns acompanham a saída de alguém influente, diz que Deus está limpando a igreja.10) Amaldiçoam esta pessoa para que ela quebre a cara e volte para o seio daquela maldita congregação de irmãos condenados a viverem abençoados com o temor de sair.11) Os irmãos boicotam o comércio ou serviço do irmão que saiu.
Agora, se você não for uma pessoa influente na igreja, provavelmente não vai acontecer nada com você. Nem visita você vai receber, porque na maioria das igrejas não se tem amigos, são só participantes da torcida organizada e fanática daquele clube cristão, que é rival de todas as outras.
Se continuar tendo relacionamento com você, provavelmente você encontrou um amigo. Vale a pena você investir nessa pessoa e cultivar essa amizade.Como diz Milton Nascimento: "Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito, dentro do coração".
Mas é certo sair de uma igreja? Vou ser sincero com você, não vejo essas igrejas como representantes de Deus para ninguém. Onde houver amor, há gente boa de Deus ali. No resto... só tem clube e empresa cristã com nome de igreja.
Nunca deixe os amigos que foram granjeados, embora este mundo de torcidas organizadas fanáticas cristãs tenham sua sina: Quem não está com a gente, não é um dos nossos!
Escolha uma que você se identifique, que possa ter amigos, que te ajude a crescer no seu relacionamento com Deus. Faça amigos, ame a todos, e fique livre para partir quando aquilo não for saúde para você e para sua família.


fonte: http://malaquias3dez.blogspot.com.br



Compartilhe essa postagem!